Carta aberta ao CrossFit Brasileiro: de um Box ao Castelo de Sonhos!

WhatsApp.jpg

Um dos maiores exemplos de sucesso no mercado atual de fitness vem acontecendo diante de nossos olhos: o CrossFit. Em 2005 eram apenas 13 unidades, hoje em dia, o Brasil sozinho, possui mais de 1.000 afiliadas. 

Enquanto isso, durante mais de uma década de ascensão extraordinária do CrossFit, outras grandes empresas do mesmo mercado, não tem se saído tão bem e sofrem com a pressão dos outros modelos de negócio que oferecem o mesmo serviço, porém a um preço cada vez mais barato. 

“Agora que o CrossFit é um sucesso todos já sabem, mas o que faz um box ser tão diferente de outro?” Simples: o programa de condicionamento físico que você oferece, sua comunidade e um serviço sem “catraca” repleto de profissionalismo.

Na teoria isso tudo parece extremamente simples, mas o que vemos acontecer às vezes é bem diferente de nossas expectativas. 

Quem já ouviu essa história? 

IMG_6101.jpg

Eu trabalho em um box, aprendo “magicamente” em um Level1 como ser coach, motivador, orador, publicitário, gerente, programador, financeiro, atleta e saio para o mercado abrindo minha própria box. Pronto, não foi tão difícil assim! E é pensando desta maneira que a historia começou a complicar...

Exemplo: qualquer um pode abrir uma empresa de computador, mas a marca Apple precisou de um Steve Jobs, que precisou de um Tim Cook, que dependeu de uma equipe brilhante. 

Quem são esses dois, os novos nomes dos CrossFit Games? Não #crossfiteiroQueSóSabeFalarDeCrossfit. Esses dois nomes são a base que tornaram a Apple a empresa que você conhece hoje em dia! Óbvio que é sempre mais legal acreditar que apenas uma pessoa é capaz de construir um Império e que seu brilhantismo nunca depende de ninguém, apenas de uma marca com um nome forte. Esse conceito sempre vende, mas não é real. Ou seja, apenas o nome CrossFit já de nada mais vale.

São muitos CrossFit por aí. Mas cada uma é sua própria empresa. 

Agora vamos ao WOD do dia: no menor tempo possível relacionar os 5 parágrafos acima, aparentemente malucos e desconexos... “Tempo!" 

Tem sempre um que grita tempo antes mesmo de acabar :) 

Mas vamos lá, deixa eu te "dar uma mãozinha" na estratégia deste “workout". Pense nos tópicos que falamos até então; crescimento do CrossFit frente ao fracasso de empresas do mercado fitness, box de sucesso, simplicidade do modelo de negócio e Steve Jobs. 

Pois sim meu amante do “WOD”, entenda que o sucesso não chega a porta de ninguém assim que o letreiro com a palavrinha “CrossFit” é colocado na parede.

A identidade que seu box imprime na palavra “CrossFit” vale mais do que o nome CrossFit em si para você e sua comunidade. 

Então vamos "começar do começo": ter o melhor programa de condicionamento fisico. 

 Exercícios funcionais constantemente variados realizados em alta intensidade significa mais para você do que para seus alunos. 

Exercícios funcionais constantemente variados realizados em alta intensidade significa mais para você do que para seus alunos. 

Como saber se o programa que tenho é eficiente? Lembre-se, não basta dizer que é CrossFit! Existem diversas formas de responder esta pergunta. 

Primeiro analise o nível atlético da base de sua empresa. Qual é a aparência física de seus Coaches? Qual a qualidade do movimento deles? Qual o condicionamento? Como eles se alimentam? Como é a aula que eles apresentam? Como é seu estilo de vida? Quanto eles se interessam pela sua profissão? Seus alunos têm evoluído? As pessoas querem estar em seu ambiente? Sua programação faz as pessoas se superarem? 

Essas perguntas podem basear a qualidade do programador e do "tipo de CrossFit" que sua empresa vem apresentando. Sendo literal ao extremo, ninguém gosta de nutricionista gordo ou que diz não "ligar" para saúde. 

E por favor, dizer que seu coach é atleta e ganhou o campeonato XYZ, fala mais a respeito da palavra ambição e por diversas vezes horas de dedicação sem muitas outras horas para o resto que tanto importa dentro de seu box! 

Não que o atleta não possa ser um bom coach e vice e versa, mas uma coisa não é consequência da outra. Somos o 6º time mais condicionado da América Latina, onde cada integrante deste time faz aulas e entende o valor de uma boa rotina de exercícios. 

Reflita um pouco da próxima vez que em que alguém perguntar: “Mas qual a diferença entre isso e a academia?” Tenha todas as respostas para as perguntas acima, esta será a melhor ferramenta de convencimento que você vai ter. 

IMG_6628.jpg

A CFP9 não é apenas o programa CrossFit e sim uma transformação. Ajudar as pessoas a mudarem suas vidas vai além de atender as expectativas físicas dos outros. As necessidades sociais e psicológicas devem ser levadas em conta quando falamos em transformação. 

Ensinar movimentos funcionais, constantemente variados sobre alta intensidade é o mínimo. Todos boxes falam de um mesmo conceito, mas de maneiras completamente distintas e é isso que faz toda diferença quando você entra em mais uma CrossFit ou na CrossFit que todos dizem que você precisa conhecer.

 Pessoas unidas que amam movimentar o corpo, comer bem e estar próximo a outras pessoas. 

Pessoas unidas que amam movimentar o corpo, comer bem e estar próximo a outras pessoas. 

Uma comunidade. Vamos a etimologia da palavra: comunidade é o conjunto de todos os organismos vivos, de todos os tipos, que habitam um dado ecossistema. 

Com a devida licença poética, para nós, comunidade são os laços que construimos dentro e fora de nosso box, que trazem um sentimento de pertencer maior que qualquer outro.

Exemplo 1 , sou Engenheiro, 32 anos, baladeiro, solteiro de classe alta. Exemplo 2, sou atriz, 23 anos, caseira, começo de carreira e super tímida. O que ambos teriam em comum? Nada! Até que veio o CrossFit. Uma vez que ambos descobrem que fazem CrossFit, vários traços da personalidade e interesses podem ser descobertos. 

Porém, mais uma vez, cabe ao ambiente tornar as condições de "pressão e temperatura" favoráveis ao crescimento desta comunidade. Não adianta esperar que em seu box, do dia para a noite, todos comecem a se amar e queiram se ajudar. Muito menos adianta tentar impor este tipo de atitude. 

Tudo parte de como Steve Jobs vai liderar, assim como Tim Cook vai apoiá-lo e a forma como sua equipe vai executar as tarefas. 

A comunidade esta extremamente ligada a cultura que é desenvolvida e preservada em um ambiente e isto depende de como tanto os donos e quanto sua equipe encara o conceito de união e o que CrossFit representa para cada um deles. 

Entrar no seu box será sempre diferente de entrar em outro. E tomara que entrar no seu, seja uma sensação bem diferenciada, senão…

 Mais do que Snatches, buscamos sorrisos!

Mais do que Snatches, buscamos sorrisos!

Um serviço sem catracas. O que vem a ser isso? Antes de responder sobre a catraca, vamos tentar entender a palavra serviço e tudo que esta envolve. 

Toda a oferta de serviço deve sempre partir do exame da demanda e sua compatibilização com os recursos do profissional que vai prestar o mesmo. 

Ao pensar em explorar um serviço, devemos investigar a oportunidade de mercado para planejar, organizar e oferecer assistência de serviços de qualidade, a preços razoáveis, que possibilitem satisfação dos clientes e remuneração adequada aos profissionais. 

Ou seja, entregar o serviço CrossFit vai muito além de dar uma boa aula. Pensar em uma aula de CrossFit como uma experiência é entender que ela é intangível: você não consegue apalpar a CFP9, porém com certeza consegue enxergar o que essa palavra significa. 

Isso só acontece quando uma marca consegue criar uma reputação. Acredite, quando falarem em seu box, tudo que você não quer, é que ele seja lembrado como mais uma “academia de CrossFit”. 

Outro ponto crucial é o fato de oferecermos algo que não pode ser estocado, guardado para depois. O serviço deve ser feito no tempo presente e está em constante mudança, lembrando que, o que é bom para um pode gerar total desagrado em outros. 

No momento em que seu atleta adentra seu box, ele se torna também seu cliente e aquilo que você entrega para ele, seja uma boa recepção, uma boa aula ou até mesmo um incentivo é consumido imediatamente. 

Não existe outro dia ou hora para que este momento em seu box seja apreciado, a experiência é oferecida no mesmo instante que está sendo consumida. 

Resumo, a hora de impressionar é sempre agora. Torne diariamente seu atleta em um convidado e não dependa da catraca como mecanismo de controle, esta deve ser apenas uma metáfora da oferta de uma experiência diante de um produto.

IMG_5564.jpg

E o tão falado profissionalismo? Pois bem, ele pode significar desde a forma como você atende seu telefone, até a maneira como você conhece todo e qualquer cliente em seu ambiente de trabalho e fora dele. 

Alguns dos conceitos básicos que vale ressaltar: não é porque estamos sem camisa que educação, pontualidade, ordem, organização e respeito devem ser deixados de lado. 

Estar sem camisa reflete apenas um hábito cultural de um programa físico, enquanto ser profissional diz respeito a uma busca constante de uma metodologia que não aceita apenas o comum, e sim tem como base fazer o comum de forma extraordinária, sendo sempre virtuoso. 

Entenda que por mais descontraído que seja o ambiente, existe uma pessoa que disponibilizou uma quantia monetária, além de organizar e reservar horas de seu dia para estar ali, junto a vocês. 

Sempre falo para nossa equipe: “façam dessa aula a melhor aula de sua vidas, este é seu palco, esta é sua hora de brilhar e realmente mudar a vida de alguém". 

Ser profissional diz muito a respeito da forma como você lida com os outros e por muitas vezes é um quesito altamente negligenciado em nosso meio. Muito mais do que construir atletas, temos o poder de influenciar, positivamente, pessoas que só buscam 1 hora de exercício.

Enfim, ter um box de CrossFit já não é mais novidade, porém, ter uma marca que representa o conceito da palavra CrossFit sem necessidade de definição da mesma, é, e sempre será, um oceano azul. 

Dar uma boa aula tem o nome de obrigação, enquanto gerar uma lembrança continua a ser o desafio. 

Cabe aos outros decidirem: estar em mais um box ou em um Castelo de Sonhos?