Inspiração

Mude Sua Vida em 24 Horas

Se você não é sarado, quem te vê de fora não diz que existe dedicação e esforço em sua dieta, saúde ou rotina de exercícios. Julgamos apenas o imediato. Nada a respeito de sua aparência e ações sugere aos outros que você se importa com os olhares alheios. 

Se ao menos eles soubessem.

Eu sei. Você sabe.

 Alice e David são provas vivas da luta pela saúde. Juntos, eles perderam 70 kilos.

Alice e David são provas vivas da luta pela saúde. Juntos, eles perderam 70 kilos.

Ao ver inúmeras pessoas diariamente lutando em busca de uma vida mais saudável, consigo ver junto a minha equipe, um futuro para aqueles que estão se dedicando. Nós conseguimos enxergar qual será o resultado deste caminho que parece hoje em dia tão sinuoso e demorado. Porém você não pode esquecer que não foi ontem que tudo isso mudou. 

A maior parte das pessoas com as quais converso não consegue me descrever ao certo como tudo aconteceu. É como se elas tivessem, do nada, acordado fora de forma. Até ontem aquela calça servia perfeitamente e agora, a última foto que você tirou acabou com sua aparência. 

Neste momento, encarando o espelho você está “P da vida” por ter deixado isso acontecer e lá dentro, existe a certeza que não é isso que quer para sua vida. 

Mas a pensar no que ocorreu é fácil achar justificativas.

“É a vida!”

Crianças, trabalho, falta de tempo, social, “eu preciso relaxar” e problemas financeiros. Na verdade, tudo se torna motivo na hora de justificar a razão pela qual você não está exercitando-se ou seguindo uma alimentação saudável. 

A vontade de ficar em forma acaba virando aquela trilha sonora ao fundo em sua vida, um papel coadjuvante. A cada refeição, lá no fundinho, você julga suas escolhas. Todos os dias, ainda deitado na cama, antes de levantar você pensa se hoje vai ser o dia que você muda sua vida. 

E porque não decidir que será amanhã? E se hoje for o último dia que você “gastou” ficando mais gordo e doente? 

A vida é feita de milhões de decisões. A mais importante é querer mudar. Simples, pare de fazer o que não está funcionando e comece algo que irá fazer a diferença. 

Mesmo que tudo isso possa parecer para você blá-blá-blá de gente magra, ouça aquela voz dentro de você que quer tentar. 

Pare para pensar. A vida atual que você vem vivendo não é muito mais difícil? Problemas de saúde? Baixa auto-estima? Falta de ar ao fazer o mínimo esforço? Ser saudável é fácil comparado a estes desafios de seu dia-a-dia. 

Não digo que sua vida vai ficar mais fácil, mas te garanto que será melhor em vários sentidos. 

Agora pare para pensar, você está lendo este post porque alguém que faz CrossFit preocupa-se com você ou porque você mesmo sabe que é hora de mudar. 

 Entenda. O melhor do CFP9 é sua comunidade. independente de seu peso, idade ou limitações temos um abraço para você. 

Entenda. O melhor do CFP9 é sua comunidade. independente de seu peso, idade ou limitações temos um abraço para você. 

E sinceramente não me venha com aquela desculpa que você ama a CFP9 mas “acha” que você precisa estar em forma para fazer qualquer coisa aqui dentro. Aqui você nunca irá sentir que está sozinha. Faz parte das forma como fazemos tudo acontecer. 

Então proponho um desafio. Você irá prometer dar um presente para você: as próximas 24 horas em forma de 24 aulas de CrossFit. 

Garanto que isso será suficiente para que você vença aquele momento de desespero do começo e entenda que, ao longo da semana, tudo vai dar certo e você continua viva apesar de ter sido difícil fazer xixi na última noite. 

E vamos deixar algumas coisas claras. Independente de ter lido este texto ou não, nas primeiras 10 aulas você irá questionar e pensar porque você está fazendo aquilo. Irá repetir em sua casa “eu não preciso disso” e a cada dor muscular, entre algo que se chama snatch ou qualquer outro nome esquisito que não faz sentido, terá mil desculpas para desistir. Você irá achar ridículo ter que saltar em uma caixa (mesmo que o maior motivo disso seja o medo) e odiar algo tão simples quanto um burpee. 

Porém, em alguma momento entre as aulas 12 e 20, as coisas começarão a se encaixar. E talvez, sem mais nem menos, você começará a ficar ansioso pelo próximo desafio do dia (desespero, confusão e gritaria no linguajar P9viano). Confie em nós, isso vai acontecer. 

Pense nessa luta inicial como um avião brigando com a natureza para sair do solo. Suas primeiras 24 aulas na CFP9 são sua aterrisagem. Você vai ter que brigar com suas desculpas, silenciar seus sabotadores, velhos hábitos e o desejo constante de desistir. 

 Depois de fazer 24 aulas por aqui te garanto, o sorriso acontece!

Depois de fazer 24 aulas por aqui te garanto, o sorriso acontece!

Mas assim como o avião supera a gravidade, você irá voar acima de suas desculpas e atingir “altitude de cruzeiro”. Uma vez que a rotina estiver estabelecida, desistir não estará em seu radar. 

2 ou 3 vezes por semana pelas próximas 8 semanas, isso é tudo que você precisa nos dar. Não pense além disso. Pense que o tempo irá passar independente de você chegar em casa e não fazer nada. Mas quão melhor vai ser se a cada dia você consegue se tornar mais saudável e feliz? 

Qualquer parede que queira ficar em pé precisa de uma estrutura forte. Pense em cada aula como um bloco de concreto sendo adicionado ao seu muro. Quando você colocar o 24 tijolo, o começo de sua obra vai estar completa e você irá se sentir pronto para começar a construir o corpo e a vida que sempre sonhou. 

Todos os dias a CFP9 cura doenças crônicas, reverte obesidade e muda vidas. 

Gaste 24 horas e veja a mudança que pode ocorrer em você!

E aí, começamos amanhã?

 O que as pessoas tem em comum nessa foto? O sorriso!

O que as pessoas tem em comum nessa foto? O sorriso!

Obs: Se você leu o texto até aqui parabéns! Realmente está querendo uma mudança em sua vida e nada mais justo do que ajudarmos com aquele empurrãozinho. Amanhã e terça-feira (09.04.2018 e 10.04.2018), é só ir em uma de nossas unidades e dizer que leu esse texto até o final e pronto, você ganha isenção em sua matrícula para qualquer plano que escolher.

 

* Texto baseado na publicação do CrossFit Journal de 2 de Abril de 2018.